20101226 - Domingo 26 de dezembro de 2010

Côn. Dario Bevilacqua

Do Evangelho que neste domingo, Festa da Sagrada Família, é proclamado em nossas celebrações eucarísticas. (Mateus capitulo 2º, versículos 13 a 15 e 19 a 23)

Depois que os magos partiram, o Anjo do Senhor apareceu em sonho a José e lhe disse: ‘Levanta-te, pega o menino e sua mãe e foge para o Egito! Fica lá até que eu te avise! Porque Herodes vai procurar o menino para matá-lo.
‘José levantou-se de noite, pegou o menino e sua mãe, e partiu para o Egito. Ali ficou até à morte de Herodes, para se cumprir o que o Senhor havia dito pelo profeta: ‘Do Egito chamei o meu Filho.’ Quando Herodes morreu, o anjo do Senhor apareceu em sonho a José, no Egito, e lhe disse: ‘Levanta-te, pega o menino e sua mãe, e volta para a terra de Israel; pois aqueles que procuravam matar o menino já estão mortos.’ José levantou-se, pegou o menino e sua mãe, entrou na terra de Israel. Mas, quando soube que Arquelau reinava na Judéia, no lugar de seu pai Herodes, teve medo de ir para lá. Por isso, depois de receber um aviso em sonho, José retirou-se para a região da Galiléia, e foi morar numa cidade chamada Nazaré. Isso aconteceu para se cumprir o que foi dito pelos profetas: Ele será chamado Nazareno.

Comentário

A Sagrada Família não foi privilegiada com relação às dificuldades que a vida muitas vezes apresenta. Desde os primeiros momentos, essa família tão especial, teve que enfrentar a dura fuga para o Egito. Ter que fugir para o estrangeiro para salvar a vida de seu Filho deve ter sido decisão muito difícil para José e Maria. Mas eles souberam assumir as dificuldades, os sofrimentos da vida com muita coragem e com muita fidelidade. Desta forma a família de Jesus, Maria e José tornou-se modelo de família. As dificuldades que tiveram que passar longe de os afastar de Deus, mostraram que eles estavam sempre dispostos a cumprir a missão que Deus lhes confiava.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *