Seminários PVM

Seminários Para uma Vida Melhor

novembro 17, 2015

Autoconhecimento e Lívre Arbítrio

Por Daton Rothen Todo ser humano tem como energia fundamental a preservação de sua existência e o seu desenvolvimento pessoal, ou seja, todos são inclinados para […]
setembro 14, 2010
alt

Por Uma Nova Ordem Legal

alt

Por Dalton Rothen

Parece que algo não está certo.
Vivemos uma ordem legal que não me parece "muito legal".
Nosso país é a 10ª economia mundial mas é considerado um país pobre pois a imensa maioria da população vive como pobre.
Temos um sistema de representação que precisa ser urgentemente repensado.
Para garantir a proporcionalidade entre os Estados da Federação, a minoria decide para onde vai este país.
No Senado atual, os protagonistas com maior influência são Renan Calheiros, Romero Jucá e José Sarney.
Os três foram eleitos por pequenos Estados, com participação muito pequena na geração da riqueza nacional.

setembro 14, 2010

Paixão X Amor

Por Dalton Rothen

Um momento em que me sinto muito empolgado em minhas palestras é quando, ao falar sobre a afetividade, mais especificamente sobre o casamento, apresento a diferença entre paixão e amor. O alívio que algumas pessoas experimentam é notório. Para algumas trata-se de uma redescoberta.

O mito do amor moderno, aquilo que a maioria de nós acredita espontaneamente, diz que se você encontra a pessoa certa e apaixona-se por ela, se esse amor for verdadeiro vocês devem se casar e essa sensação irá durar para sempre. Mas se por acaso essa paixão acabar deve-se concluir que o amor não era verdadeiro e devemos partir em busca de outra paixão.

setembro 14, 2010

A Necessidade de Sentido

Por Dalton Rothen

A vida moderna trouxe muitos benefícios oriundos da atividade econômica. Nunca na história da humanidade a quantidade de indicadores externos de bem-estar foi tão elevada. A diversidade, a qualidade dos alimentos, a cultura, os bens materiais que geram muito conforto, a comunicação abundante etc., isso tudo não deveria aumentar o grau de felicidade de todos nós? No entanto, os indicadores subjetivos de bem-estar vêm caindo.

setembro 14, 2010

A Felicidade no Trabalho

Por Dalton Rothen

"A mais bonita sorte, a mais maravilhosa fortuna que pode ocorrer para qualquer ser humano, é ser pago para fazer aquilo que ele apaixonadamente ama fazer."  - Abraham Maslow.
 
Para sobreviver a um ambiente de hostilidades o ser humano primitivo organizou-se em sociedade. A história humana mostra a evolução desta associação, que se tornou extremamente complexa, numa rede de relações e interdependências, cuja culminância é a sociedade globalizada de hoje. A obtenção dos insumos necessários para a sobrevivência da espécie está baseada num sistema de trocas no qual o dinheiro é o passaporte para a aquisição de bens e serviços.

setembro 14, 2010
alt

Confusão de Objetivos

alt

Por Dalton Rothen

 

Quando pergunto para as pessoas se elas já atingiram os seus objetivos de vida, muitas ficam assombradas com a "idéia de objetivo". Certamente, todos têm para si pequenas metas,  desejos e perspectivas, mas poucos têm claramente definido um objetivo de vida.  É aceitável dizer que todos possuem um anseio em suas vidas. Este objetivo comum a todos é ser feliz. Mas o que vem a ser a felicidade? Ela é alcançável ou é pura ilusão?

setembro 14, 2010

Autoconhecimento e Lívre Arbítrio

Por Daton Rothen

Todo ser humano tem como energia fundamental a preservação de sua existência e o seu desenvolvimento pessoal, ou seja, todos são inclinados para a autopreservação e motivados de maneira inata para um processo de crescimento e desenvolvimento. Perguntas fundamentais: quem somos? De onde viemos?

Para onde vamos? Em que podemos acreditar e esperar? Certamente, responder a estas questões pode ser tarefa para uma vida toda e é provável que, ao final, o indivíduo ainda não tenha respostas que possam satisfazê-lo totalmente. A espécie humana é a única que tem consciência de si mesma e de sua existência. O conjunto de crenças que ela constrói irá influenciar decisivamente sua trajetória.

setembro 14, 2010

Depressão e Religiosidade

Por Dalton Rothen

A vida moderna trouxe muitos benefícios oriundos da atividade econômica. Nunca na história da humanidade a quantidade de indicadores externos de bem-estar foi tão elevada. A diversidade e a qualidade dos alimentos, a cultura, os bens materiais que geram muito conforto, a comunicação abundante etc., isso tudo não deveria aumentar o grau de felicidade de todos nós? No entanto, os indicadores subjetivos de bem-estar vêm caindo.

setembro 13, 2010

Planejamento Para uma Vida Melhor

Palestra síntese do seminário: Temas abordados:     1) Agitação para quê? Abordagem da agitação da vida moderna, sua     correspondência interna, os efeitos para o ser humano e […]
setembro 13, 2010

Agitação Para Quê?

Palestra: Agitação para quê? Abordagem da agitação da vida moderna, sua correspondência interna, os efeitos para o ser humano e sua busca permanente de sentido. Duração: […]